.

VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL - BACK TO INDEX

.

ACIDENTES E INCIDENTES COM AVIÕES DA TAM

.
CLIQUE AQUI PARA IR AO SITE SOBRE O ACIDENTE NO VÔO 402 DA TAM
.
Veja a lista dos acidentes e incidentes com aviões da TAM

MENU


PÁGINA INICIAL

.

ACIDENTES

AÉREOS NO

BRASIL

.

ACIDENTES

AÉREOS NO

MUNDO

.

ACIDENTES

DA TAM

.

IMAGENS DE ACIDENTES

NO BRASIL

.

IMAGENS DE ACIDENTES

NO MUNDO

.
VÍDEOS DE ACIDENTES
.
CAIXA-PRETA
.
ACIDENTES HISTÓRICOS
.
ACIDENTES HELICÓPTEROS
.

A TRAGÉDIA

COM O FOKKER

100 DA TAM

.

O DESASTRE

NO VÔO 1907

DA GOL

.
AEROPORTOS
.
AERONAVES
.

EMPRESAS

 AÉREAS

.
CURIOSIDADES
.
LOGOMARCAS
.
SELOS POSTAIS
.

INFORMAÇÕES

E SERVIÇOS

.
.ARTIGOS
.
LINKS
.
FAÇA SUA ESCUTA AÉREA NOS PRINCIPAIS AEROPORTOS DO BRASIL E DO MUNDO
ATC- Faça sua escuta aérea
.

Assinar meu

 Livro de Visitas

.

Ler meu

 Livro de Visitas

.
.
SITE DO JORNALISTA JORGE TADEU
.
BLOG DO JORNALISTA JORGE TADEU
.
O ARQUIVO DO FUTEBOL
.
A HISTÓRIA REAL DO ACIDENTE COM O FOKKER 100 DA TAM - VÔO 402
.
Quer ser um site parceiro?
.

ANUNCIE

NESTE SITE

.

SOBRE O AUTOR

E SUAS FONTES

.
SOBRE O SITE
.
FALE CONOSCO
FALE CONOSCO
.

Designer:

Jorge Tadeu

REPORTAGENS (em ordem cronológica)

Porta de avião abre durante o vôo e piloto retorna para aeroporto

03 de abril de 2002

Um avião Fokker 100 da TAM que saiu à tarde do Rio com destino a Porto Alegre (RS) teve que retornar logo depois da decolagem, por causa de uma porta que se abriu no ar, e fez um pouso de emergência no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, na Ilha do Governador, zona norte. Ninguém ficou ferido. O Fokker, com capacidade para 108 pessoas, transportava 42. O avião decolou às 15h30. Minutos depois, a porta dianteira do Fokker abriu e continuou assim até o novo pouso, às 15h35.

A empresa explicou que não aconteceu despressurização da cabine porque o avião estava ainda em baixa altitude, com pressão quase igual à do solo. As causas do problema ainda estão sendo apuradas. Engenheiros da empresa vistoriaram o avião para detectar o problema. Segundo a empresa, a manutenção da aeronave estava em dia. Segundo a assessoria de imprensa da TAM, os 42 passageiros foram reacomodados em dois vôos, um da Varig e outro da própria empresa.

Fontes: Folha Online e Folha de S.Paulo


Avião da TAM apresenta problema na decolagem em SP e pousa no Rio

12 de abril de 2002

Um Fokker 100 da TAM que decolou do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, às 12h45, com destino a Vitória, apresentou problema em um pneu e teve de pousar no aeroporto do Galeão, no Rio. O avião tem capacidade para 108 passageiros, mas no momento do vôo 3130 estava com 28 pessoas.

Segundo a assessoria da TAM, um avião poder pousar de forma segura com três pneus, ou seja, a aeronave poderia ter seguido diretamente para Vitória. Porém, ainda de acordo com a companhia aérea, o pouso no Galeão foi decidido em função da maior estrutura do aeroporto, que contaria com uma pista mais longa. O pouso no Rio foi normal e os passageiros foram colocados em outra aeronave rumo a Vitória em cerca de 15 minutos. A assessoria informou ainda que técnicos estão apurando as causas do problema no pneu.

Fonte: Site AEROLEX


Airbus da TAM faz pouso de emergência em Corumbá (MS)

14 de abril de 2002

Um Airbus da TAM , que faz o vôo 3761, de Corumbá com destino a Campo Grande e São Paulo , após 35 minutos de vôo foi forçado a regressar à Corumbá devido a colisão de uma ave com a entrada de ar da turbina direita , danificando uma peça. Nenhum dos 29 passageiros e seis tripulantes que estavam a bordo ficou ferido.

Fonte: SITE AVIAÇÃO COMERCIAL


Avião da TAM faz pouso forçado em aeroporto de Alagoas

10 de junho de 2002

Uma aeronave da TAM, vôo Salvador/Brasília, com 144 passageiros a bordo, fez uma aterrissagem forçada no Aeroporto Zumbi dos Palmares, no município de Rio Largo, a 27 quilômetros da capital alagoana. O piloto e os passageiros perceberam focos de fumaça.

A torre de controle de vôo do Aeroporto Zumbi dos Palmares foi avisada e comandou a aterrissagem, que aconteceu sem nenhum incidente. Os passageiros não sofreram nenhum tipo de ferimento e estão no saguão do aeroporto esperando o embarque em outra aeronave da TAM.

Apesar de ainda não estar confirmado a causa dos problemas que provocaram o pouso forçado, os funcionários do balcão da empresa aérea informaram que a aeronave apresentava falhas no sistema hidráulico.

Fonte: JB Online


Dois aviões da TAM fazem pouso forçado em São Paulo no mesmo dia

30 de agosto de 2002

Dois aviões da TAM fizeram pouso forçado hoje em São Paulo. Um deles ocorreu em uma área rural de Birigui (518 km a noroeste de São Paulo). O outro ocorreu no aeroporto de Viracopos, em Campinas (95 km a noroeste de São Paulo), segundo informações do aeroporto.

O primeiro numa fazenda de Birigui

O avião Fokker 100 da TAM, prefixo PT-MQH , com 23 passageiros e cinco tripulantes, vôo 3804, que saiu do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, com destino a Campo Grande, no Mato Grosso, sofreu uma pane e teve de pousar numa pastagem de uma propriedade rural no bairro Taquari, entre Bilac e Birigui, em São Paulo. Quatro pessoas se feriram levemente, sendo que duas foram atendidas no pronto socorro local.

A assessoria de imprensa da Infraero não tem detalhes sobre o pouso, mas afirma que ninguém se feriu. A aeronave pousou de barriga, após problema no trem de pouso.

No vôo que pousou em uma fazenda próxima à Araçatuba, o DAC informou que a falta de combustível foi causada por um vazamento na tubulação da bomba do motor direito da aeronave.
 

CLIQUE SOBRE AS FOTOS PARA AMPLIÁ-LAS

 

     

O segundo em Campinas

O Fokker 100 da TAM, prefixo PT-MLR, que fazia o vôo 3499, de Salvador para Guarulhos, desceu de barriga sobre espuma espalhada na pista do Aeroporto de Viracopos, em Campinas, São Paulo. Ele teve problemas mecânicos no seu sistema hidráulico do trem de pouso. foi verificada a ocorrência de um "calço hidráulico" nas tubulações que conduzem o fluido hidráulico, o que impediu o baixamento do conjunto do trem de pouso

A aeronave tocou o solo sem o seu trem de pouso ou com o mesmo não travado, o que fez com que o F100 acabasse arrastando-se pista afora, por pelo menos 400m. Não houve vítimas dentre os 42 passageiros, mas o acidente provocou o fechamento do aeroporto, aguardando a perícia e posterior retirada do aparelho da pista.

.

O Fokker 100 após a aterrissagem de barriga

Clique sobre a imagem

.


Fokker da TAM colide com escada de passageiros em Corumbá (MS)

10 de setembro de 2002

O vôo 3751 da TAM atrasou duas horas ontem no Aeroporto Internacional de Corumbá, em Mato Grosso do Sul. Após a aterrissagem, um calço de madeira que estava sob uma roda teria escapado, fazendo o avião se deslocar e bater numa escada móvel, amassando a porta traseira e o flap da asa, usado para frear a aeronave na descida. Os passageiros já haviam desembarcado.

A pedido do comandante, o avião, um Fokker 100, que ainda transportaria 16 passageiros para São Paulo, foi substituído por um Airbus 320. O novo avião decolou às 12h05. O Fokker 100 ficou no pátio do aeroporto para reparos, e voltará vazio para São Paulo.

Fonte: O Estado de S. Paulo e Folha de S.Paulo


Fokker da TAM faz pouso não programado no RS

11 de setembro de 2002

Um avião Fokker 100 da TAM que vinha de Buenos Aires, na Argentina, para São Paulo, fez um pouso inesperado e não programado no aeroporto de Pelotas, no interior do Rio Grande do Sul, como medida de precaução nesta manhã.

 

O piloto teria ficado preocupado com uma vibração diferente numa das turbinas do vôo 8006 e resolveu descer. O avião estava com 63 pessoas, entre tripulantes e passageiros. Um outro avião da TAM foi enviado para Pelotas para os apanhar os passageiros e prosseguir o vôo.

 

De acordo com nota divulgada há pouco pela TAM, o avião seguia para o Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos e quando estava sobrevoando a região sul do Brasil registrou uma indicação de vibração nos motores devido a uma formação de gelo. O avião poderia seguir viagem normalmente até Guarulhos, segundo a assessoria de comunicação da TAM, mas o comandante, em atitude prudente, optou por fazer um pouso normal na cidade de Pelotas, interior do Rio Grande do Sul para verificar o que aconteceu. Nenhum passageiro ficou ferido.

Fonte: Revista Época


Fokker-100 da TAM bate em urubu e retorna ao aeroporto em Belém (PA)

12 de setembro de 2002

Um avião Fokker 100 da TAM, prefixo PT-MRN, colidiu com um urubu na tarde desta quinta-feira quando pousava em Belém, no Pará. Não houve feridos. Os 40 passageiros que tinham Santarém como destino foram acomodados no vôo 3892, às 21h15. A aeronave permaneceu no aeroporto para manutenção.

A aeronave, que fazia a rota de São Luis-Belém-Santarém, decolou às 10h50 de São Luis com 76 passageiros e colidiu com a ave no pouso em Belém, às 11h40. O fato é considerado normal na área da cidade, de acordo com a Assessoria de Imprensa da TAM. A etapa para Santarém não foi realizada. O vôo que faria a rota inversa também não decolou.

Dos quatorze passageiros que utilizariam a mesma aeronave para realizarem a rota inversa, um foi recolocado em um vôo da Varig ainda nesta noite, e os outros treze viajaram na manhã desta sexta-feira, pela TAM.


Fokker 100 apresenta problemas em PE e passageiros são remanejados

26 de setembro de 2002

Um Fokker 100 da TAM apresentou problemas hoje no momento em que se preparava para decolar do Aeroporto Internacional dos Guararapes, em Recife (PE). Segundo a Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária), o piloto constatou o problema e resolveu "por bem" retornar.

Conforme a empresa aérea, o motor esquerdo não acelerou por falha em uma das válvulas. A aeronave faria a rota Recife-Salvador-Rio-São Paulo. O problema ocorreu por volta das 7h.

Cinco passageiros foram acomodados em vôos de outras empresas. Outras 47 pessoas aguardam outro avião da TAM, com previsão de decolagem para as 13h. A empresa anunciou este mês que vai devolver 21 dos 50 Fokker 100 e a demissão de 524 dos 8.000 funcionários, em razão de prejuízos no segundo trimestre.

Fonte: Folha OnLine


Avião da TAM pousa envolto em fumaça

17 de fevereiro de 2003

Um superaquecimento no sistema de freios de um Fokker 100 da TAM, vôo 3523, vindo de Pernambuco, mobilizou, na manhã de ontem, unidades do Corpo de Bombeiros e funcionários do Departamento de Aviação Civil (DAC), no Aeroporto Internacional do Galeão.

O defeito - descoberto pelo comandante do avião minutos antes do pouso - assustou quem estava no aeroporto pela grande quantidade de fumaça que saía da aeronave. Segundo a assessoria de imprensa da companhia, o Fokker 100 não chegou a pegar fogo. No vôo vindo de Recife em direção a São Paulo havia 108 passageiros, sendo que 80% deles desembarcaram no Rio. O restante foi transferido para outra aeronave da TAM que embarcou para São Paulo por volta das 11 horas.

De acordo com a TAM havia muita fumaça no trem de pouso. O piloto percebeu o problema minutos antes da descida quando comunicou aos passageiros. A aeronave aterrissou na área remota da pista do Galeão destinada para casos de emergência. Duas unidades do Corpo de Bombeiros foram acionadas para o local junto com equipes do DAC e da segurança do aeroporto.

O avião vinha de Recife e desceria no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Ninguém ficou ferido. Técnicos do Departamento de Aviação e peritos da Aeronáutica analisaram o Fokker 100 para descobrir as causas da fumaça no trem de pouso.

Fonte: Jornal do Brasil


Airbus da TAM derrapa durante pouso em Florianópolis

8 de novembro de 2003

Um avião modelo Airbus 320, da TAM, prefixo PT-MZL, transportando 122 passageiros e seis tripulantes, derrapou na pista durante o pouso na noite de quinta-feira no aeroporto internacional Hercílio Luz, em Florianópolis (SC). Ninguém se machucou, mas dezenas de passageiros tiveram suas viagens adiadas.

A aeronave saiu de Congonhas, em São Paulo, às 22h04min, com destino à capital catarinense, onde chegou às 23h05min. Com a forte chuva que atingia a cidade, o avião sofreu um processo de deslizamento sob a água quando houve o contato das rodas com o solo. O comandante, cujo nome não foi divulgado, perdeu o controle do aparelho, que perdeu a aderência com o solo, derrapou e acabou indo parar na grana, no final da pista principal do aeroporto. O trem de pouso dianteiro ficou danificado. A asa direita do Airbus chegou a tocar no chão e também ficou avariada.

De acordo com a TAM e a Infraero, nenhum dos passageiros ou tripulantes ficou ferido. Uma equipe do Corpo de Bombeiros do aeroporto promoveu a retirada das pessoas de dentro do avião pela saída de emergência. Os vôos com destino ao Hercílio Luz foram desviados para outras localidades, e os passageiros tiveram de aguardar por várias horas para conseguir viajar. Às 8h de ontem, o aeroporto, que na sexta-feira registra movimentação intensa, voltou a operar as decolagens e, às 10h30min, estavam restabelecidos também os pousos para aviões de pequeno porte, por uma pista secundária.

Técnicos do DAC (Departamento de Aviação Civil), da Aeronáutica e da TAM examinaram o avião para preparar um laudo a respeito do acidente, que deve sair em até 90 dias. (das agências)

Fonte: Jornal O POVO


Avião derrapa na pista do aeroporto Augusto Severo (RN)

27 de janeiro de 2004

O avião da Varig-TAM (em code-share), modelo MD-11, que fazia o vôo 2379 derrapou na hora do pouso na pista principal do Aeroporto Internacional Augusto Severo, em Parnamirim, na Grande Natal. O incidente aconteceu por volta das 13h20 desta terça-feira (27/01). A aeronave decolou do Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, com 98 passageiros que tinham como destino Fortaleza, capital do Ceará. De acordo com o gerente da Varig em Natal, João Carlos de Oliveira, o avião deslizou por aproximadamente 30 metros até ficar encalhado na vala de drenagem da pista de pouso. A pista foi interditada e até o final desta tarde não havia sido liberada.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Infraero, o avião ultrapassou a área de toque da pista. Embora a pista principal tenha sido isolada o aeroporto não foi interditado e continua com o seu funcionamento normal. A Infraero informou que seria precipitado apontar uma causa para o acidente e que esta seria investigada.

Os passageiros ficaram irritados com o atendimento prestado pela empresa responsável pelo vôo. A atriz Paula Bulamarqui que tinha um compromisso em Fortaleza às 17h afirmou que foi prejudicada e que vai tomar providências no sentido de responsabilizar a empresa pelo atraso. O gerente da Varig informou que os passageiros foram reacomodados em outros vôos.

Fonte: Diário de Natal


Pneu estourado em pouso de avião da TAM fecha aeroporto Santos Dumont, no Rio

10 setembro de 2004

O pneu estourado de um avião um Cesna 208 da TAM Jatos Executivos causou o fechamento do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, por quase uma hora na manhã desta sexta-feira.

 

O acidente ocorreu por volta das 9h27, quando um avião da empresa, que fazia táxi aéreo, pousava no aeroporto. A interdição da pista para pousos e decolagem foi até as 10h15.

 

Ninguém ficou ferido, segundo a Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária). A empresa também não soube informar quantos passageiros viajavam no avião.

 

De acordo com a Infraero, os vôos foram restabelecidos logo em seguida liberação da pista. No momento, não há registro de atrasos em pousos e decolagens.

 

Fonte: FOLHA ONLINE


Falso alarme de seqüestro em avião da TAM gera tumulto na Argentina

31 de outubro de 2004

O piloto de um avião comercial da empresa brasileira TAM ativou neste domingo, por engano, um alarme de seqüestro, o que resultou numa operação de segurança na pista e o fechamento temporário do aeroporto argentino de Ezeiza, informou Jorge Losada, da Força Aérea argentina.

 

"O piloto acionou o código de seqüestro em vôo por engano e a operação prevista para esses casos foi acionada até que se comprovou o falso alarme", informou Losada à imprensa.

 

Momentos de tensão foram vividos no aeroporto localizado 25 km ao sul da capital argentina até que se restabeleceu a calma com a confirmação do engano cometido pelo piloto de um Airbus 320 que chegava a Buenos Aires vindo de São Paulo.

 

"A polícia aeronáutica cercou com suas forças o avião quando ele aterrissou e o levou para uma área afastada e disponível para essas situações", disse uma fonte da segurança.

 

Outra fonte da força aérea disse que o comandante da aeronave teve problemas nas comunicações e, ao tentar enviar um aviso para a torre de controle, cometeu um erro no uso dos códigos de emergência e acionou o que corresponde a seqüestros.

O Airbus foi, de qualquer maneira, examinado pelas autoridades aeronáuticas depois da evacuação, sem que nada anormal fosse encontrado.

Fonte: France Presse


Turbinas de Airbus da TAM se incendeiam em S. José do Rio Preto (SP)

junho de 2005

Um Airbus da TAM apresentou um princípio de incêndio em suas turbinas em São José do Rio Preto, em São Paulo.

Fonte : RONDONIAGORA.COM

.


Fokker 100 da TAM é atingido por urubu em Porto Velho (RO)

28 de junho de 2005

Poucos dias depois de um incidente em São José do Rio Preto, quando turbinas de um Airbus apresentaram um princípio de incêndio, a TAM teve problemas em Porto Velho.

Agora com um FOKKER 100. Na madrugada desta terça-feira, a aeronave foi atingida por um urubu quando estava descendo na pista do aeroporto Governador Jorge Teixeira. A parte frontal do jato sofreu danos e o avião não pôde decolar para Brasília.

Os passageiros só puderam embarcar às 13h40min de hoje no Airbus. Até o início da noite desta quarta-feira, o avião permanecia em solo e a equipe de apoio da TAM estava fazendo reparos no modelo, que causou tragédias há anos em São Paulo.

Fonte : RONDONIAGORA.COM


Airbus da TAM derrapa em Paris

08 de julho de 2005

Um avião da companhia aérea TAM derrapou na manhã desta quinta-feira em uma das pistas do aeroporto Charles de Gaulle, em Paris. Segundo fontes locais, pouco depois de pousar a aeronave atravessou uma das pistas de pequeno porte quando se dirigia a uma das pontes de desembarque do terminal.

A assessoria de imprensa da TAM informou que o incidente ocorreu porque uma das rodas do trem de pouso da aeronave saiu da pista, passando sobre a grama às margens da chamada pista de acesso.

De acordo com a empresa, os passageiros desembarcaram em seguida, sem transtornos nem registro de atrasos ou de problemas de saúde. A TAM disse ainda que está confirmado o vôo de retorno ao Brasil, previsto para decolar da cidade por volta das 19h (horário de Brasília).

Nota do Autor: Este incidente passou "despercebido" pela imprensa.

As fotos são de arquivo pessoal.

CLIQUE SOBRE AS FOTOS PARA AMPLIÁ-LAS

     

 

Garça atinge avião da TAM no Rio

18 de outubro de 2005

Um avião da TAM que pousava no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, na manhã de hoje, foi atingido na lateral por uma garça, às 8h28m. O acidente não deixou nenhum ferido e não houve problemas com o pouso da aeronave, que chegava de São Paulo. A pista do aeroporto foi limpa sem que tivesse sido necessária sua interdição.

Fonte: Agência Estado

. . . .
Este site está em The Best Aviation Sites
. . . .

2006-2007 ® Direitos Reservados - Jorge Tadeu da Silva