.

A HISTÓRIA REAL DO ACIDENTE COM

 O FOKKER 100 DA TAM EM 1996

VÔO 402

.
TAM E UNIBANCO SEGUROS - EMPRESAS QUE NÃO RECOMENDO
.
O ACIDENTE
MENU

PÁGINA INICIAL

.

O ACIDENTE

.

IMAGENS DA TRAGÉDIA

.

A CAIXA-PRETA

.

A QUESTÃO DAS INDENIZAÇÕES

.

EU E A TRAGÉDIA

.

OUTROS

ACIDENTES

DA TAM

.
OUTRAS MATÉRIAS
.
OPINIÕES
.
LINKS

SOBRE O AUTOR

E SUAS FONTES


ACIDENTES

AÉREOS

NO BRASIL

.

ACIDENTES

AÉREOS

NO MUNDO

..
VÍDEOS DE ACIDENTES

Ler meu Livro de Visitas
..
Assinar meu Livro de Visitas

Site do Jornalista Jorge Tadeu
..
Campanha Nacional em Defesa da Liberdade de Imprensa
..
FALE CONOSCO
FALE CONOSCO
.

Adote, patrocine

ou contribua

com este site!

.

Designer:

Jorge Tadeu

.

 

RELATO DA OCORRÊNCIA DA QUEDA DO AVIÃO NO JABAQUARA
.
Pelo comandante das operações, Coronel Marcio da Silva

.

"Lembro muito bem que o acidente se deu às 08:25 hs, e eu cheguei às 08:35 hs no local. Só me retirei depois do controle total do resgate dos vitimados e da chegada da perícia, às 17:30 hs quando retornei à minha Unidade Sede da PM, o CPA-M2 Comando de Policiamento de Área - SUL, para relatar ao Comandante, almoçar, descansar e refletir sobre tudo o que foi feito e o que foi visto.

 

No dia, entrei às 08:25 hs no Quartel do Comando de Área 2 da PM, quando o Comandante do CPA Coronel Coji Yanaguita (também esteve no local), deu ordem para que o Chefe Interino do Estado Maior Major Marcio da Silva, determinasse que todo o efetivo da PM no Quartel do Aeroporto (aproximadamente 75 PMs), se dirigisse imediatamente com qualquer viatura, mesmo baixada para conserto, para o local da queda de um avião, no bairro do Jabaquara.

 

Chegando no local, acompanhado da Tenente Donamore, até mesmo sem entender como ocorreu a queda, orientei a bagunça generalizada, retirando o grande número de curiosos que atrapalhavam os trabalhos dos bombeiros e dos 75 PMs do Comando Sul que enviei para lá, isolando todos os acessos de pessoas e veículos particulares.

 

Orientei os Bombeiros para enfileirar os corpos aonde foram colocados, e identificá-los o mais possível anotando marcas e tipos de relógios, roupas, objetos pessoais, correntes, pulseiras, brincos etc. para facilitar a identificação pelos familiares, evitando destarte terem que procurar seus entes queridos entre todas as demais vítimas que se encontravam no IML. Orientei os PMs do Trânsito para bloquear todas as Ruas que davam acesso ao local dos fatos, facilitando e permitindo somente a entrada das Viaturas dos Bombeiros e Ambulâncias.

 

Embora triste, a cena mais curiosa foi quando da retirada de uma das turbinas do avião, foi encontrado um corpo, o que foi curioso naquela hora, pois todas as vítimas já haviam sido identificadas (passageiros, tripulantes e moradores). Era de um homem, que provavelmente subia a rua e se abrigou em uma garagem de carro.

 

Que azar ! A turbina bateu no chão e pulou até aonde ele estava erroneamente abrigado. Deus o tenha, e a todas as pessoas que se infelicitaram naquele dia, hora e local do acidente. Felizes das 800 crianças da Escola, (e famílias) que segundo informações na mesma hora, o Piloto desviou. Um dos fatos mais bonitos foi a grande solidariedade das Pessoas que levavam leite e lanches para o efetivo que trabalhava no resgate das vítimas."

 

Coronel Marcio da Silva

Diretor Municipal de Trânsito Viário

Comandante da Guarda Civil Municipal

Prefeitura Municipal da Cidade Ciência e Ternura Franco da Rocha

Franco da Rocha - São Paulo - SP - Brasil

 

.

Na foto acima, ao lado, o então Major Marcio

 

. . . .
JUSTIÇA JÁ! FALE CONOSCO JUSTIÇA JÁ!
. . . .
.O ARQUIVO DO FUTEBOL
 

2006-2007 ® Direitos Reservados - Jorge Tadeu da Silva